Economia, crise na Caixa e resposta de Temer às perguntas enviadas pela Polícia Federal são os destaques das manchetes

Edição: Sérgio Botêlho MANCHETES DOS JORNAIS: Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Reajuste do gás muda após pressão do governo. Petrobras anuncia nova política de aumentos trimestrais do

Edição: Sérgio Botêlho

MANCHETES DOS JORNAIS:

Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Reajuste do gás muda após pressão do governo. Petrobras anuncia nova política de aumentos trimestrais do preço do botijão. Metodologia foi criada depois que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, manifestou preocupação com o impacto da alta do produto no ano passado/Cabral é levado para prisão no Paraná. O ex-governador Sérgio Cabral foi transferido para o Paraná. A Justiça concordou com a alegação do Ministério Público de que ele gozava de privilégios na cadeia no Rio. E determinou o afastamento imediato do secretário de Administração Penitenciária, coronel Erir Ribeiro Costa Filho. O deputado Marco Antônio Cabral, filho do ex-governador, disse que é um absurdo cadeias não terem academia de ginástica/Febre amarela: 5 mortes no Rio. A Secretaria de Saúde do Estado do Rio confirmou mais duas mortes por febre amarela. Este ano, já são cinco óbitos (três em Valença, um em Teresópolis e um em Miguel Pereira). Por causa do avanço da febre, a campanha de vacinação fracionada será antecipada para o dia 25 em 15 municípios/Enem tem mais zeros na redação. Nesta edição, 6,5% dos candidatos ficaram com zero, contra 4,8% na versão anterior/Motorista atropela 15 e mata bebê em Copacabana. Carro atravessou ciclovia e calçadão, que estava lotado, e só parou na areia. Um carro desgovernado e em alta velocidade atropelou pelo menos 15 pessoas na Avenida Atlântica, ontem à noite. Entre as vítimas estava um bebê de oito meses, que morreu na UPA de Copacabana/Editorial: Políticos resistem a se afastar da Caixa. A alegação de que há diretores que são funcionários de carreira é relativa, pois basta lembrar a folha corrida dos dirigentes da Petrobras apanhados pela Lava-Jato/Editorial: Controvérsias sinalizam como será segundo ano de Trump. Gestão deverá ser marcada por mais isolamento, ameaças de ação nuclear, desmonte do legado de Obama e novos sinais de racismo, misoginia e ataque à imprensa.

Manchete e submanchetes do jornal Estado de São Paulo: Em crise, Caixa prevê 37% de aumento para seus vices. Ganho total de cada vice-presidente pode chegar a R$ 87,4 mil mensais; bancários tiveram reajuste de 2,75%/Banco quer reter lucro total. A Caixa e o governo estão em disputa sobre o lucro do banco em 2017. Há um acordo para que a instituição financeira fique com 75% do ganho, mas o comando do banco quer reter 100%, para se capitalizar/Temer calcula ter R$ 30 bi para aprovar Previdência. O governo calcula ter R$ 30 bilhões para convencer deputados e senadores a aprovarem a reforma da Previdência em fevereiro, a tempo de consolidar uma aliança eleitoral com os partidos da base. São R$ 20 bilhões em restos a pagar de emendas parlamentares e novas emendas e R$ 10 bilhões que poderiam ser liberados para obras e viriam da economia estimada pelo Planalto em 2018 se as novas regras da aposentadoria forem aprovadas/Questionário da PF. Em resposta a perguntas feitas pela PF no inquérito do qual é alvo, Temer disse nunca ter autorizado Rodrigo Rocha Loures a fazer tratativas em seu nome/Serra diz que não disputará eleição. Senador (PSDB-SP) anunciou que permanecerá no Legislativo. Notícia empolgou o prefeito João Doria, que pode pensar em candidatura ao governo do Estado/Moradores de SP vão a áreas de risco em busca de vacina. A busca pela vacina contra a febre amarela está fazendo com que moradores de bairros fora da área de risco cruzem a cidade até localidades em alerta para a contaminação pela doença, como a zona norte, onde a vacinação foi intensificada desde outubro do ano passado. O governo do Estado decidiu antecipar mais uma vez a campanha de imunização com vacina fracionada. O mutirão começa no dia 25 no Estado e dia 26 na capital/Só 53 tiram mil na redação do Enem. O número de inscritos que zeraram no teste escrito subiu de 292 mil para 309 mil. Houve piora também nas médias de Linguagens e de Ciências Humanas/Editorial: A fonte dos déficits. As garantias e vantagens salariais e previdenciárias do funcionalismo público tornam impossível o ajuste das despesas dos Estados à rápida queda das receitas/Editorial: Reféns de agitadores políticos. Metroviários de São Paulo voltaram a converter a população em refém de seus interesses.

Manchete e submanchetes do jornal Folha de São Paulo: Temer diz que não autorizou Loures a falar em seu nome. Presidente responde a 50 perguntas da Polícia Federal sobre decreto que favoreceu empresas do setor portuário/Servidor federal terá 13-º adiantado no mês de janeiro. Enquanto servidores de RJ e RN ainda esperam pelo 13° salário de 2017, funcionários públicos da Câmara dos Deputados, do STF e do Ministério Público Federal já começaram a receber o benefício de 2018. Juntos, esses órgãos pagarão quase R$ 200 milhões em antecipação do 13° neste mês/Cabral é transferido para o Paraná após decisões de juizes. Por determinação dos juizes Sergio Moroe Caroline Figueiredo, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral foi transferido da cadeia de Benfica para a de Pinhais (PR). Moro cita na decisão apuração do Mi/Reinaldo Azevedo. Só o medo justifica a histeria como julgamento de Lula. A histeria que toma conta da esquerda autoritária e da direita de chanchada com o julgamento, pelo TRF-4, do recurso de Lula tem só uma explicação: ele lidera as pesquisas de intenção de voto para a Presidência. Os dois lados estão com medo/Após greve, plano para metrô de SP vive instabilidade. Depois de greve era protesto contra a concessão à iniciativa privada de parte do Metrô de SP, a gestão Alckrain (PSDB) vive instabilidade judicial na licitação das linhas 5-lilás e 17-ouro. A abertura dos envelopes com as propostas, marcada para hoje, chegou a ser suspensa por liminar, derrubada pelo governo/Clínica poderá ter vacina importada, mas só em 30 dias. Em meio à corrida da população para se vacinar contra a febre amarela, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou a importação de 65.400 doses pelas clínicas particulares, cujos estoques estão baixos. Fabricadas pela farmacêutica Sanofi Pasteur, elas devem estar disponíveis em 30 dias/Redações anuladas por ignorarem o tema proposto disparam no Enem/Editorial: Embargos de exaltação. Ás vésperas do julgamento do ex-presidente Lula, há ainda quem aposte na irresponsabilidade política. Corrigiu-se a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), na quarta-feira (17), de uma declaração que ainda assim prolonga seus efeitos negativos sobre o ambiente político/Editorial: Greve descarrilada. Não se pode acusar o Sindicato dos Metroviários de deixar passar as chances de prejudicar a população.

MANCHETES DOS PORTAIS DE NOTÍCIAS:

Manchete e smbmanchetes da hora de O Globo online: Carro invade praia em Copacabana, mata bebê e fere 16 pessoas. Maria Louise, de apenas oito meses, morreu no acidente; feridos foram levados para os hospitais Miguel Couto e Souza Aguiar/‘Não era para ter carteira de motorista e nem estar na rua’, diz pai de bebê morta/Delegado vai investigar validade da CNH de atropelador. Antonio Anaquim teve processo de suspensão de CNH aberto em 2014/Motorista alega que teve ataque epilético ao volante. ‘Chegamos a tempo de evitar que ele fosse linchado’, diz coronel/Presídio para onde Cabral foi transferido também tem regalias. Detentos da Lava-Jato já desfrutaram de podóloga, manicure, bicicleta ergométrica e banho quente/Filho de Cabral vai tentar reeleição. No dia da transferência do pai para Curitiba, Marco Antonio fazia pré-campanha no interior do Rio/Ancelmo: Justiça afasta cúpula dos presídios do Rio acusada de dar regalias a Cabral. Erir Ribeiro da Costa Filho, secretário de Administração Penitenciária, é um dos afastados/Gleisi prestou ‘desserviço’, diz secretário de Segurança do RS. Para Schirmer, declarações incitam violência no julgamento de Lula.

Manchete e submanchetes da hora do Estadão online: Temer afirma que Rodrimar não foi beneficiada por Decreto dos Portos. À PF, advogado afirma que documentos do Ministério do Trabalho ‘comprovam’ ausência de irregularidade/Temer diz que encontrou presidente da Rodrimar ’em festa’/Presidente afirma não conhecer diretor da Rodrimar/Segovia admite ‘erro’ na agenda sobre reunião com Temer/Temer diz que fez negócios no ramo imobiliário com Yunes/Justiça derruba liminar e leilão de linhas do Metrô ocorrerá nesta sexta-feira. Oferta das linhas 5-Lilás e 17-Ouro motivou paralisação dos metroviários nesta quinta-feira/Leilão deve atrair grupo restrito de participantes/Serra anuncia que não disputará eleição deste ano. Senador afirma que permanecerá em Brasília para se dedicar a projetos em andamento no Legislativo/’Não existe qualquer possibilidade de candidato não ser Alckmin’, diz FHC. Ex-presidente alerta para o desenrolar das eleições: ‘Pode haver, mal comparando, um Hitler’/Bolsonaro falta a 70% das sessões de comissão militar/Paulinho: Maia tem influência restrita a deputados/ Procurador não vê razão para prender Lula agora. Maurício Gotardo Gerum, contudo, entende que ex-presidente cometeu 3 crimes e pedirá aumento da pena/’Serei candidato, aconteça o que acontecer’, diz Lula/Justiça mantém data de interrogatório de Lula na Zelotes/Julgamento de Lula terá transmissão por Youtube/Bretas critica Lindbergh por ‘conclamar atos de violência’/CUT-SP vai à Justiça por autorização para ato na Paulista/Governo avalia estender vacina a todo Estado de SP. Meta é imunizar 8,3 milhões de paulistas, dos quais 6,2 milhões receberão a versão fracionada.

Manchete e submanchetes da hora da Folha online: Para ala política do governo, Caixa deve manter sistema de indicações. Auxiliares de Temer alegam que cargos são importantes para manter base no Congresso/Servidor federal recebe já em janeiro metade do 13º salário de 2018. Medida destoa da situação de funcionários de Estados, que ainda esperam benefício de 2017/Prefeitos cobram R$ 2 bilhões prometidos pelo governo em 2017/Lula afirma estar mais tranquilo que juízes e nega ter se radicalizado. Petista diz que deseja ir a tribunal em Porto Alegre/Mônica Bergamo. Grupo J&F cria setor para estimular boas práticas após cair na Lava Jato/Rio de Janeiro. Cabral utilizou ‘pontos cegos’ e fez nomeação, preso, diz Promotoria/Clínicas do país deverão ficar sem vacina antes de receber novo lote/Em um caso raro de reação adversa, aposentada morre após se vacinar/Entrevista. ‘Nunca tive empatia política por Bolsonaro’, diz Rachel Sheherazade/Bruno Boghossian. Sem candidato, Temer tenta erguer sua popularidade por conta própria.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.