Economia e Lava-Jato são os temas das manchetes dos três principais jornais do país

Edição: Sérgio Botêlho “Bancos começam a ocupar espaço do BNDES. Mudança nos juros estimula concorrência. Inflação menor facilita crédito de longo prazo. Instituições estão de olho em leilões”, diz

Edição: Sérgio Botêlho

“Bancos começam a ocupar espaço do BNDES. Mudança nos juros estimula concorrência. Inflação menor facilita crédito de longo prazo. Instituições estão de olho em leilões”, diz a manchete de O Globo. “Em 3 anos, Estados saem do azul para rombo de R$ 60 bi. Estudo mostra que, se ajuste fiscal não for feito, situação vai piorar”, conta a manchete do Estadão. “Promotoria de SP e Odebrecht devem fechar 30 acordos. Ministério Público do Estado não endossou leniência da empreiteira com a Lava Jato e discute novas colaborações”, informa a manchete da Folha.

Afora as manchetes dos três principais jornais do país, imprensa destaca o indiciamento de Haddad, pela PF, por suspeita de utilização de Caixa 2, em campanha; aumento dos casos de febre amarela, no país, e perigo de surto; nova decisão da Justiça Federal impedindo a posse de Cristiane Brasil, com o governo indicando que vai ao STJ; e julgamento de Lula, dia 24, em Porto Alegre. Jornais e portais abordam, ainda, eleições e violência. Na Venezuela, líder militar de oposição ao governo é morto em confronto.

Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Bancos começam a ocupar espaço do BNDES. Mudança nos juros estimula concorrência. Inflação menor facilita crédito de longo prazo. Instituições estão de olho em leilões. Com a queda nos empréstimos do BNDES, bancos privados começam a aumentar sua participação no financiamento à infraestrutura. Segundo fontes, o Itaú BBA desembolsou R$ 7 bilhões ao setor em 2017, alta de 70% em relação ao ano anterior. O Santander fechou parceria com o banco do Brics, que tem US$ 100 bilhões disponíveis para investimentos. Os bancos estão de olho nos leilões previstos para este ano. Para analistas, a mudança nos juros do BNDES estimulou a concorrência ao corrigir distorções, e a inflação mais baixa facilita a concessão de crédito de longo prazo/PF indicia Fernando Haddad por caixa dois. A Polícia Federal indiciou o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, acusado do recebimento, via caixa dois, de R$ 2,6 milhões da empreiteira UTC na campanha de 2012. Haddad nega a acusação. O ex-presidente Lula marcou viagem para a Etiópia logo depois do julgamento do dia 24/Estado do Rio tem 3 mortes confirmadas. Mais duas mortes foram registradas ontem, elevando para três os óbitos no estado: um em Teresópolis e dois em Valença. Falta vacinar 8 milhões de habitantes/CNN: piloto rebelde venezuelano morre em operação da polícia. Foragido desde ataque em junho, Óscar Pérez publicara vídeos de ofensiva armada,

Manchete e submanchetes do jornal Estado de São Paulo: Em 3 anos, Estados saem do azul para rombo de R$ 60 bi. Estudo mostra que, se ajuste fiscal não for feito, situação vai piorar; RN teve deterioração mais acentuada. O peso crescente da folha de pagamento e a queda de arrecadação provocada pela crise econômica fizeram com que em três anos – do início de 2015 ao final de 2017 – os Estados saíssem de um resultado positivo de R$ 16 bilhões para um déficit de R$ 60 bilhões em suas contas. O levantamento – feito pelo especialista em contas públicas Raul Velloso a pedido do Estado – mostra que, se os governadores não tomarem medidas drásticas, o déficit será ainda maior. O Rio Grande do Norte teve a piora fiscal mais acentuada. Após ter acumulado superávit de R$ 4 bilhões entre 2011 e 2014, o Estado registrou déficit de R$ 2,8 bilhões em outubro passado. Rio, Minas Gerais, Goiás, Pernambuco e Sergipe também estão mal avaliados. Em Alagoas, Paraná, Ceará, Maranhão e Piauí as contas não se deterioraram. Com déficit de R$ 3 bilhões em 2017, a situação de São Paulo ficou estável no período/Prévia do PIB cresce pelo 3º mês. A atividade econômica cresceu pelo terceiro mês seguido, segundo o Banco Central. O Índice de Atividade da instituição (IBC-Br) subiu 0,49% em novembro ante outubro. Em relação a novembro de 2016, o indicador saltou 2,82%/PF indicia Haddad por caixa 2 na eleição de 2012. A Polícia Federal indiciou o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) por falsidade ideológica durante a campanha à Prefeitura de São Paulo, em 2012. Segundo as investigações, a empreiteira UTC teria pago dívida de R$ 2,6 milhões do partido com uma gráfica por meio de caixa 2. Também foram indiciados o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, preso desde 2015, e mais cinco pessoas/Segurança no TRF-4 preocupa. A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, tratou ontem em Brasília com o desembargador federal Thompson Flores, presidente do TRF-4, das condições de segurança para o julgamento do recurso do ex-presidente Lula, marcado para a próxima semana em Porto Alegre. Associações de juízes estão preocupadas com ameaças que teriam sido feitas aos desembargadores que vão julgar o caso. O ministro da Justiça, Torquato Jardim, afirmou que a Polícia Federal pode ser acionada. A Força Nacional está escalada para proteger os prédios públicos/Capez é denunciado na ‘máfia da merenda’. O deputado estadual Fernando Capez (PSDB) foi denunciado pelo Ministério Público por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. De acordo com a denúncia, ele teria recebido propina da “máfia da merenda”, que operou contratos superfaturados com a Secretaria Estadual da Educação. Outras oito pessoas também foram denunciadas/Terapia contra aids tem oferta restrita/Auditoria detecta ação política na Caixa/Eliane Cantanhêde: Apesar do pavor do TRF-4, o mundo não vai acabar e o Brasil não vai parar no dia 24/Editorial: A animadora prévia do PIB. A julgar pelos números acumulados até novembro, só a irresponsabilidade política impedirá um crescimento econômico próximo de 3% neste ano/A ineficiência da vinculação. Não basta destinar verba para que serviço público funcione.

Manchete e submanchetes do jornal Folha de São Paulo: Promotoria de SP e Odebrecht devem fechar 30 acordos. Ministério Público do Estado não endossou leniência da empreiteira com a Lava Jato e discute novas colaborações. Depois de fechar a maior leniência (espécie de delação premiada para empresas) da Operação Lava Jato, com o Ministério Público Federal, a Odebrecht precisará fechar ao menos outros 30 acordos em São Paulo. A empreiteira é alvo de processos no Estado por ter subornado políticos e agentes públicos com o objetivo de conquistar contratos do Metrô, Dersa e da prefeitura paulistana, entre outros. Isso ocorre porque o Ministério Público de SP se recusou a endossar a colaboração fechada com a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba. Sem isso, porém, os promotores do Estado não teriam acesso aos relatos e às provas apresentados pela empresa. Para resolver a questão, terão de fechar acordos com a Odebrecht para cada um dos temas sobre os quais a empreiteira havia revelado ilegalidades. Estão em discussão na Promotoria do Patrimônio Público pagamentos de suborno em obras do Rodoanel, de três linhas do Metrô e do estádio do Corinthians. Além disso, os acordos tratam de contribuições via caixa dois para campanhas do senador José Serra (PSDB), do ex-prefeito Fernando Haddad (PT) e do ex-deputado Gabriel Chalita (PDT). Eles dizem que nunca receberam recursos ilegais/PF indicia Haddad sob suspeita de caixa 2 em eleição. A Polícia Federal indiciou o ex-prefeito de SP Fernando Haddad (PT) e funcionários de sua campanha em 2012 sob suspeita de caixa dois. A ação apura pagamento, pela empreiteira UTC, de dívidas da chapa do petista referente a serviços gráficos no valor de R$ 2,6 milhões. A defesa de Haddad diz que “não há o mínimo indício” de sua participação em irregularidades/PF indicia Haddad sob suspeita de caixa 2 em eleição. A Polícia Federal indiciou o ex-prefeito de SP Fernando Haddad (PT) e funcionários de sua campanha em 2012 sob suspeita de caixa dois. A ação apura pagamento, pela empreiteira UTC, de dívidas da chapa do petista referente a serviços gráficos no valor de R$ 2,6 milhões. A defesa de Haddad diz que “não há o mínimo indício” de sua participação em irregularidades/Capez, do PSDB, é denunciado no caso da merenda. O Ministério Público de SP denunciou à Justiça o deputado estadual Fernando Capez (PSDB), ex-presidente da Assembleia Legislativa, sob acusação de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no escândalo conhecido como máfia da merenda. Se a denúncia for aceita, o tucano se tornará réu. Capez nega que tenha cometido crimes e diz não haver provas contra ele/Bolsonaro pouco atua em cidade onde mantém servidora. Há uma década o presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) não destina emendas parlamentares para a cidade de Angra dos Reis, onde mantém empregada desde 2003 uma servidora de seu gabinete.

MANCHETES DOS PORTAIS DE NOTÍCIAS:

Manchete e smbmanchetes da hora de O Globo online: Bancos começam a ocupar espaço do BNDES em financiamentos. Mudança nos juros estimula concorrência com instituição pública/Febre amarela: oito milhões ainda estão sem proteção. Apenas 40% da população do estado estão vacinados/Jovem que pode ter contraído o vírus tem quadro irreversível/Morador de Miguel Pereira, que dependia de transplante, sofre hemorragia cerebral. Secretaria de Saúde confirma mais duas mortes por febre amarela no Rio/Dois novos casos aconteceram em Valença, no Sul Fluminense. O número de mortos no estado subiu para três/Análise: vacina contra febre amarela é um dever de todos. Quanto maior a cobertura, menor será a chance de uma pessoa ser infectada, alerta infectologista Edimilson Migowski/Fiocruz vai analisar corpos de macacos achados mortos. Suspeita-se que mortes se deram por febre amarela/Presidente da Ajufe critica ‘alarde’ sobre julgamento de Lula. Para Roberto Veloso, da Associação de Juízes Federais, manifestação de defensores do ex-presidente é exagerada: ‘Brasil é pródigo em recursos’/Cármen Lúcia faz reunião para tratar de julgamento de Lula. Ministra do STF recebeu o presidente do TRF-4, Thompson Flores/PCdoB suspende militante que ameaçou em redes sociais magistrados que vão julgar Lula/Janot depõe sobre irregularidade em delação da JBS. Ex-procurador-geral foi ouvido pela Polícia Federal, na condição de testemunha, em seu gabinete/Justiça Federal mantém posse de Cristiane Brasil suspensa. AGU teve recursos negados em primeira e segunda instâncias nesta segunda-feira/Marun diz que juiz de Niterói ‘se equivocou’ ao barrar posse/Lauro Jardim: R$ 130 milhões entre Eike e o primogênito. Com dinheiro retido, empresário passou a pedir ajuda ao filho, Thor/Economia. Vale é condenada por danos ambientais em terra quilombola. Segundo procuradores, linha de transmissão e mineroduto causaram danos no Pará/Maia descarta quebra da regra de ouro fiscal em 2019. Presidente da câmara afirma que país crescerá 3% em 2018/Descumprir regra de ouro terá impacto negativo, alerta Moody’s. Na semana passada, Brasil foi rebaixado pela agência de rating S&P/Rebaixamento é ‘revés’ que não deve ser subestimado, diz Marun. Para ministro, futuro do país ‘ainda é incerto’ sem reforma da Previdência/Balança tem superávit nas duas primeiras semanas: US$ 1,4 bi. As exportações somaram US$ 7,076 bi e as importações, US$ 5,581 bi/Lava-Jato em Curitiba ganhará mais quatro delegados. Divisão do Paraná ainda receberá outros 15 investigadores/Merval Pereira: Denúncia contra Haddad é problema para o PT. Ex-prefeito deixa definitivamente de ser o plano B do PT para a eleição presidencial de 2018/CNN: piloto rebelde venezuelano morre em operação da polícia. Foragido desde ataque em junho, Óscar Pérez publicara vídeos de ofensiva armada,

Manchete e submanchetes da hora do Estadão online:Em três anos, Estados saem do azul para rombo de R$ 60 bilhões. Estudo mostra que, se ajuste fiscal não for feito, situação vai piorar; RN teve deterioração mais acentuada/União honra R$ 4,06 bilhões em dívidas  de Estados e municípios em 2017. Maior parte dos débitos, R$ 3,99 bi, era do Rio de Janeiro, que desde setembro está em recuperação fiscal/Maia diz que não será necessário quebrar regra de ouro/Previdência está mais favorável agora, diz Marun/Juiz nega recurso da AGU para posse de Cristiane. Liminar impediu que a deputada, filha de Roberto Jefferson, assumisse o Ministério do Trabalho/Ministério da Justiça informa Procuradoria sobre ameaças ao TRF-4/Presidente da Ajufe afirma que desembargadores têm sido ameaçados publicamente, pela internet. Ajufe critica ‘alarde desnecessário’ sobre julgamento Histórias da Turma do TRF-4 que vai julgar Lula/PF indicia Haddad por caixa 2 na campanha de 2012. Também são acusados o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e mais cinco; ex-prefeito nega envolvimento/Fiocruz analisa se animais foram vítima da febre amarela; Estado confirmou o óbito de uma pessoa. SP recebe nesta terça mais 500 mil vacinas/Entidade internacional alerta para alta da febre amarela/Reunião de Temer com diretor da PF foi sobre segurança, diz Planalto. Os dois teriam conversado ainda sobre a possível criação de uma polícia federal fardada/Com Doria, Alckmin diz que sucessão em São Paulo não está definida. Prefeito negou ser candidato ao Palácio dos Bandeirantes; convenção deve decidir/Vice de Alckmin busca apoio no PSDB/Janot depõe à Polícia Federal sobre delação da JBS. Ex-procurador-geral foi ouvido como testemunha em inquérito sobre possíveis irregularidades no acordo/AGU e Câmara recorrem para privatizar Eletrobrás. Alegação é de que juiz apoderou-se de competências do Supremo ao derrubar efeitos da medida provisória/Sindicatos pedem liminar contra estudos sobre privatização/Conselho do TSE sobre fake news vai procurar gigantes da tecnologia. Grupo criado por Gilmar debate elaboração de cartilhas de conscientização sobre notícias falsas/Rio anuncia criação de novo batalhão da PM. Com 400 policiais e sem área fixa, Recom atuará de forma ostensiva em locais com muitos crimes.I

Manchete e submanchetes da hora da Folha online: Odebrecht negocia mais 30 acordos com a Promotoria de São Paulo. Ministério Público do Estado não endossou leniência da empreiteira com a Lava Jato/Tribunal de Contas de SP deve agir antes que mal aconteça, diz presidente. João Antonio da Silva Filho responde a crítica de Doria de que TCM estaria prejudicando SP/Placa do novo viaduto dona Marisa Letícia é roubada após uma semana/Mônica Bergamo. Para PT, ação contra Haddad tem fins políticos e está ligada à eleição/Deputado Estadual. Capez e mais 8 em SP são acusados por desvios na ‘máfia da merendaHaddad é indiciado sob suspeita de caixa 2 em campanha a prefeitura/Ação Cifra Oculta apura o pagamento pela empreiteira UTC de R$ 2,6 mi em dívidas da chapa do petista referentes a serviços gráficos para candidatura de 2012 em São Paulo/Roberto Veloso: Representante de juízes federais pede reforço em julgamento de Lula/Emídio de Souza: Tesoureiro do PT teme eventual apreensão do passaporte de Lula/Com nova derrota, Temer deve ir ao STJ por posse de ministra. Tribunal Regional Federal mantém liminar que impede posse de Cristiane Brasil no Trabalho/Nomeação não é ‘imoral’, afirma Marun/Por apoio, Temer monta agenda de reuniões com pastores evangélicos. Objetivo diminuir a insatisfação das mudanças na aposentadoria em redutos eleitorais/Lava jato. Em seu gabinete, Janot depõe à PF sobre gravação de executivos da JBS/Adoções irregulares. Portugal não vê irregularidades em processos contra Igreja Universal/Saúde. Vacina contra febre amarela acaba em clínicas de SP; posto tem filas/Francisco enfrenta no Chile seu público mais difícil. Mundo está perto da guerra nuclear, diz pontífice.

 

 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.