Economia, presídios e política são temas em destaque no noticiário

Edição: Sérgio Botêlho MANCHETES DOS JORNAIS: Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Preços do verão caem e aliviam o carioca. Nas praias e nas lojas, valores mais amenos.
Bolsonaro vai para o PSL e liberais deixam o partido
Bolsonaro vai para o PSL e liberais deixam o partido

Edição: Sérgio Botêlho
MANCHETES DOS JORNAIS:
Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Preços do verão caem e aliviam o carioca. Nas praias e nas lojas, valores mais amenos. Poucos dias de sol e consumo menor deixam principais itens, em média, 1,35% mais baratos/Rebeliões nos presídios. ‘Responsabilidade da União é zero’. Cobrado por governadores, ministro diz que estados receberam R$ 1,2 bi. Diante da cobrança dos governadores por “providências urgentes” do governo federal para resolver a crise prisional, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, criticou a má gestão do sistema penitenciário e disse que os estados gastaram apenas 4% do R$ 1,2 bi que receberam do Funpen. Sobre a responsabilidade da União, ele afirmou: “Zero. Absolutamente zero”/Ministra terceiriza pagamento de dívida. Dinheiro é usado para quitar acordo de Cristiane Brasil com ex-motorista. A dívida trabalhista da nova ministra do Trabalho, Cristiane Brasil, com ex-motorista está sendo paga por uma funcionária do gabinete dela na Câmara/Volta a ameaça da febre amarela. Morte de macaco faz estado reforçar vacinação e pedir à população que evite reserva na Baixada/Meirelles quer ajuste automático. A cada mês, governo congelaria despesa se regra fiscal for violada. Analistas são contra flexibilizar norma/Indústria cresce após três anos. Recuperação ainda é concentrada principalmente no setor automotivo.
Manchete e submanchetes do jornal Estado de São Paulo: Bolsonaro vai para o PSL e liberais saem do partido. Filho do presidente da sigla sai e divulga comunicado no qual afirma que presidenciável ‘surfa na demagogia’/Grande SP registra duas mortes por febre amarela. Saúde. Até o último balanço oficial de 2017, não havia registro de infecções na região metropolitana. Segundo o coordenador de Controle de Doenças da Secretaria Estadual de Saúde, os pacientes foram para áreas de mata e não haviam tomado vacina/Quadro de estatais encolhe e chega ao patamar de 2010. Mais enxutas. Com planos de demissão e de aposentadoria incentivadas, empresas públicas conseguem reduzir em 8% o número de empregados desde 2014, quando o quadro atingiu seu maior nível; hoje, estatais empregam cerca de 507 mil pessoas/Grande SP registra duas mortes por febre amarela. Saúde. Até o último balanço oficial de 2017, não havia registro de infecções na região metropolitana. Segundo o coordenador de Controle de Doenças da Secretaria Estadual de Saúde, os pacientes foram para áreas de mata e não haviam tomado vacina/Fire and Fury: Livro sobre Trump acaba em minutos. Tentativa de impedir lançamento serviu apenas para impulsionar vendas e levar publicação ao topo da lista de mais vendidos/Em igreja, Meirelles vira autor de milagre. Apresentado como ‘milagreiro’ pela recuperação do País, ministro da Fazenda vai a culto e diz que não pode falar apenas com empresários/Brasileiro preso está bem, diz Venezuela. Venezuela. Jonatan Moisés Diniz foi detido em dezembro sob a acusação de ser um agente da CIA e tramar contra governo de Nicolás Maduro; segundo irmão de catarinense, ele está no Helicoide, sede do serviço de inteligência da Venezuela, em Caracas/PF faz 50 perguntas a Temer em investigação. Questionário representa o interrogatório do presidente no inquérito no STF que apura Decreto dos Portos. O ex-assessor da Presidência da República Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR), atualmente em prisão domiciliar, é citado 38 vezes nas 50 perguntas elaboradas pela Polícia Federal para Michel Temer. O presidente é investigado no inquérito que apura suposto pagamento de propina pela empresa Rodrimar em troca de benefício no Decreto do Portos, de maio deste ano/Philip Morris anuncia que vai ‘largar cigarro’. Dona da Marlboro anunciou que pretende parar de vender cigarro tradicional no Reino Unido.
Manchete e submanchetes do jornal Folha de São Paulo: Braskem sonegou informações, diz Marcelo Odebrecht. Empresário afirma à PF que petroquímica se recusou a repassar a ele mensagens trocadas sobre parlamentares (Análise: Como empresário, Marcelo Odebrecht sabe que o mundo corporativo detesta esqueletos. No Brasil pós-Lava Jato, então, negócio com heranças da corrupção afugentam investidores, bancos, clientes –aos menos os sérios. Levantar novas suspeitas justo contra a Braskem denota que de fato ele quer ferir o grupo)/Investigação da PF rejeita sabotagem no avião de Teori/Oscar Vilhena Vieira: Estado age nos presídios como sócio do crime/Obra sobre Trump gera corrida a livrarias do EUA/Bolsonaro rejeita Patriotas e assina termo com o PSL/Drauzio Varella: Mercado precisa barrar os médicos ruins/Painel Temer diz a aliados que quem for disputar a eleição deve deixar cargo no governo até 15 de março/Sete ministros que vão disputar eleição só querem sair em abril/Bolsonaro e petistas são mais influentes nas redes, diz pesquisa.
MANCHETES DOS PORTAIS DE NOTÍCIAS:
Manchete e smbmanchetes da hora de O Globo online: Temer veta Refis de micro e pequenas empresas. Congresso pode derrubar o veto, mas só volta do recesso em fevereiro/Análise: Retomada da produção de veículos e da indústria é lenta, mas firme. São variados os sinais de que a recuperação está em curso e não deve apresentar alterações estruturais em 2018/País produziu 2,7 milhões de veículos em 2017, alta de 25,2%/Indústria cresce 0,2% em novembro, terceira alta seguida/Economia. Volume de dinheiro na poupança é o maior já registrado: R$ 724 bi. Depois de dois anos no vermelho, aplicação mais popular do país voltou a ficar no azul. Foram R$ 17,1 bi em depósitos em 2017/FBI investiga se Fundação Clinton foi favorecida por gestão Obama. Autoridades querem determinar se Hillary abusou da condição de secretária de Estado; Casa Branca comemora existência de inquérito pedido por Trump/Em clima de campanha, Meirelles vai outra vez a evento evangélico. Ministro da Fazenda confirmou presença em encontro do Ministério Sara Nossa Terra/Temer e Doria discutem sucessão de Alckmin em encontro. Presidente passou o dia reunido com tucanos em São Paulo/Após nova troca de partido, agora Bolsonaro quer disputar Presidência pelo PSL. Deputado ainda é filiado ao PSC, mas até agora dizia que disputaria o Planalto pelo Patriota/Estados gastaram apenas 4% da verba de presídios, diz ministério. Ministério da Justiça informou também ter doado equipamentos e ofertado cursos de capacitação/Pastoral Carcerária defende redução da população prisional. Entidade alerta contra análises simplistas para reduzir a tensão até o próximo massacre/Prisão onde brasileiro está em Caracas é chamada de ‘Tumba’. Ex-detento diz que detentos ficam isolados a 5 andares abaixo da terra, sob tortura psicológica.
Manchete e submanchetes da hora do Estadão online: Presidente do PEN-Patriota se diz ‘aliviado’ com decisão de Bolsonaro. Adilson Barroso afirma que relação com deputado já estava ‘envenenada’ e fala em novas candidaturas/Bolsonaro será candidato pelo PSL, afirma presidente do partido. Luciano Bivar fala em ‘mais semelhanças que diferenças’ entre o pensamento do deputado e da sigla/Com chegada de Bolsonaro, Livres deixa PSL/Eliane Catanhêde: Mudança na ‘regra de ouro’ preocupa países investidores. Deputado Marcus Pestana (PSDB) fala em ‘rebaixamento na certa da nota do Brasil’/Temer veta Refis a micro e pequenas empresas. Decisão foi tomada para não ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal; projeto pode ser retomado no Congresso/MST pretende realizar atos no julgamento de Lula. Entidade fará reunião no dia 13 para definir ações de movimentos sociais para o dia 24 em Porto Alegre/Executivos relatam R$ 1 mi para filme sobre Lula/MBL estuda telão para julgamento de Lula no RS/Força Nacional atua em Porto Alegre desde 2016/Caracas confirma ao Itamaraty prisão de brasileiro. Governo Maduro diz que Jonatan Moisés Diniz está em edifício de segurança; equipe consular deve visitá-lo/Philip Morris diz que vai deixar de fabricar cigarros. Subsidiária brasileira diz que iniciativa faz parte de estratégia global da empresa, que é dona da Marlboro/Bolsa tem 10ª alta seguida e volta a bater recorde. Ibovespa encerrou a sessão com valorização de 0,54%; ganhos dos últimos 10 pregões chegam a 8,79%/Presidente dos Correios pedirá demissão para se candidatar, diz Kassab. No lugar de Guilherme Campos entra outro aliado do ministro, Carlos Roberto Fortner/França fecha a porta ao ingresso da Turquia na UE. Presidente francês diz que processo de inclusão não avançará devido a políticas turcas restritivas/Mercado considera baixo preço da ação da Embraer oferecido pela Boeing. Empresas estão em tratativas com o governo para tentar driblar a resistência das autoridades do País/João Domingos: Lula alegará que é vítima de conluio para impedir sua candidatura. Se TRF-4 confirmar condenação, petista voltará discurso contra MP, PF, Judiciário e imprensa/Vem pra Rua marca ‘ato em defesa da Justiça’ na véspera de julgamento. Movimento diz que ‘confirmação da condenação’ do petista ‘será símbolo do fim da impunidade’/Atos a favor de Lula põem Exército ‘em alerta’. MST convoca manifestações em julgamento no TRF-4 em Porto Alegre e série de mobilizações pelo País .
Manchete e submanchetes da hora da Folha online: Temer veta integralmente Refis para micro e pequenas empresas. Proposta permitiria o parcelamento de dívidas; governo argumenta que medida é inconstitucional por violar a Lei de Responsabilidade Fiscal/Poupança fecha 2017 com captação positiva após 2 anos no vermelho. Captação líquida fechou ano passado em R$ 17,13 bilhões, maior saldo positivo desde 2014/Pré-candidato, Bolsonaro assina termo de compromisso com o PSL. Presidente do Patriota critica deputado/Itamaraty confirma que chavismo prendeu brasileiro na Venezuela após passeio de barco/Grupo de brasileiros sofre arrastão na ilha Margarita, na Venezuela/Clóvis Rossi: Uma eventual saída para a tragédia venezuelana passaria por Havana/Renato Terra. Sobe popularidade do pênis do presidente Michel Temer/Alvo de ação nos EUA, Eletrobras fecha novo contrato com advogados/Livro que Trump tentou proibir esgota em minutos em Washington. Obra, que descreve os bastidores da Casa Branca, teve lançamento adiantado em 5 dias/Christopher Steele: Congresso pede investigação de autor de dossiê contra Trump.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.