Economia: Meirelles avalia rebaixamento e PIB, governo libera verbas a prefeituras, questão Embraer-Boeing segue mobilizando o noticiário

Edição: Sérgio Botêlho Economia: Meirelles avalia rebaixamento e PIB, governo libera verbas a prefeituras, questão Embraer-Boeing segue mobilizando o noticiário. “Meirelles: reforma influencia mais o PIB que rebaixamento. Ministro
Merelles nas manchetes
Merelles nas manchetes

Edição: Sérgio Botêlho

Economia: Meirelles avalia rebaixamento e PIB, governo libera verbas a prefeituras, questão Embraer-Boeing segue mobilizando o noticiário.

“Meirelles: reforma influencia mais o PIB que rebaixamento. Ministro diz que gasto previdenciário pode atingir 80% do Orçamento”, diz a manchete de O Globo. “Governo libera R$ 1,2 bi para gastos sociais de prefeituras. Verba repassada no ano chega a R$ 2,8 bilhões; Confederação de Municípios teme cortes em 2018”, conta a do Estadão. “Demanda alta move acordo entre Boeing e a Embraer. Brasileira se movimenta para retirar entraves ao acordo com americana”, explica a da Folha.

Outro assunto repetido nas primeiras páginas dos jornais e nas manchetes da hora dos portais da grande imprensa é o indulto de Natal concedido pelo presidente: “Temer ignora PGR e concede indulto de Natal para os presos da Lava Jato”, noticia a manchete da hora do portal do Estadão. “Indulto de Natal do governo facilita perdão a presos por corrupção”, informa a manchete da hora do portal de O Globo.

JUSTIÇA/INVESTIGAÇÕES/DENÚNCIAS. Temer facilita indulto a condenados por corrupção, ampliando os casos de presos que podem receber perdão judicial. /‘Temer prepara uma saída para si’, diz Deltan. Procuradores e policiais têm novos indícios de pagamento de propina de empreiteiras a Aécio Neves. Maluf é transferido para o presídio da Papuda, em Brasília. Considerado culpado, Marin pode pegar até 120 anos. Quatro em cada dez brasileiras I.2 declaram ter 2 sofrido assédio. André Singer: E inaceitável que rigor da lei recaia sobre um só lado. Transparência Internacional critica indulto concedido por Temer. Governo libera R$ 650 milhões para sistema penitenciário. Câmara concede aposentadoria de R$ 9,6 mil a José Dirceu. Gilmar libera Rosinha de usar tornozeleira eletrônica. Garotinho deixa cadeia em Bangu. Juiz nega provisoriamente prisão domiciliar de Maluf.

ECONOMIA. Miriam Leitão: Embraer já tem maioria do capital com estrangeiros. O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski alerta para a possibilidade de cortes na assistência social no próximo ano. Parceria Embraer-Boeing pode ampliar mercado para novo avião. Governo anuncia redução da idade para saque do Pis/Pasep. 

POLÍTICA/ELEIÇÕES. Temer se vê como ‘substancioso’ cabo eleitoral em 2018. Temer diz que Marcela não quer que ele seja candidato em 2018.

INTERNACIONAIS. Trump planeja separar famílias para desencorajar imigração ilegal. Com apoio da China, ONU aprova duras sanções à Coreia.

MANCHETES DOS JORNAIS:

Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Meirelles: reforma influencia mais o PIB que rebaixamento. Ministro diz que gasto previdenciário pode atingir 80% do Orçamento. Para titular da Fazenda, decisão sobre possível candidatura não afeta política econômica. O destino da reforma da Previdência afeta “muito mais” o PIB e os juros do que a opinião das agências de classificação de risco. Esta é a visão do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Em meio à expectativa de analistas de que o Brasil terá a nota rebaixada caso a reforma não avance, Meirelles afirmou, em entrevista a MARTHA BECK, que os investidores olham outros indicadores além da nota de crédito, o chamado rating. E alertou que, sem a reforma, os gastos com a Previdência serão 80% do Orçamento em 10 anos. Meirelles disse que não decidiu ainda se será candidato a presidente, mas que isso não interfere na condução da política econômica/Temer facilita indulto a condenados por corrupção. O presidente Michel Temer ampliou os casos de presos que podem receber perdão judicial. A norma reduz o tempo mínimo de pena cumprida para concessão do benefício, que pode ser dado a condenados da operação Lava-Jato. O decreto ainda prevê o indulto de multas. A Transparência Internacional diz que a decisão garante “impunidade a uma classe privilegiada”/Mais indícios contra Aécio. Procuradores e policiais têm novos indícios de pagamento de propina de empreiteiras a senador tucano/Marin vai para presídio nos EUA/Editorial: País precisa mudar a escandalosa situação educacional’/Merval Pereira: Partidos articulam nomes alternativos para disputar as eleições/Miriam Leitão: Embraer já tem maioria do capital com estrangeiros/Zuenir Ventura: Gilmar é Papai Noel monocrático ao mandar soltar poderosos/Ancelmo Gois: No Rio, só 8% acreditam em um Natal melhor que o de 2016.

Manchete e submanchetes do jornal Estado de São Paulo: Governo libera R$ 1,2 bi para gastos sociais de prefeituras. Verba repassada no ano chega a R$ 2,8 bilhões; Confederação de Municípios teme cortes em 2018. O governo federal liberou nesta semana R$ 1,2 bilhão para os municípios custearem programas sociais, informa Adriana Fernandes. Com o novo valor, a verba repassada com esse fim para as prefeituras chega a R$ 2,8 bilhões no ano, maior cifra da série histórica, iniciada em 2011, segundo o ministro Osmar Terra (Desenvolvimento Social). “Vamos entrar em 2018 com as contas em dia”, afirmou. Os recursos liberados são usados basicamente em serviços como as unidades de acolhimento – moradias provisórias para pessoas em situação de abandono e ameaça –, em programas para pessoas com deficiência e idosos e no custeio de Centros de Referência de Assistência Social. O presidente da Confederação Nacional de Municípios, Paulo Ziulkoski, no entanto, alerta para a possibilidade de cortes na assistência social no próximo ano/Temer ignora PGR e concede indulto a presos da Lava Jato. O decreto de indulto natalino assinado pelo presidente Michel Temer não contemplou a solicitação da força-tarefa da Operação Lava Jato e recomendação da PGR. Os procuradores pediam, entre outros pontos, que condenados por crime de corrupção não recebessem o indulto. O presidente manteve o benefício de Natal/Maluf é transferido para o presídio da Papuda, em Brasília. O deputado federal Paulo Maluf (PPSP) foi transferido ontem da carceragem da PF, em São Paulo, para a penitenciária da Papuda, em Brasília. Condenado por lavagem de dinheiro, ele foi preso por ordem do ministro Edson Fachin, do STF/Considerado culpado, Marin pode pegar até 120 anos. O ex-presidente da CBF José Maria Marin, de 85 anos, foi considerado culpado ontem em julgamento nos EUA. A juíza Pamela Chen aceitou pedido dos promotores e decidiu pela prisão imediata do brasileiro. Ele pode pegar até 120 anos – a previsão é de que fique no mínimo dez, preso. A pena será detalhada após o Natal/João Domingos: Lula se arrependeria se o encontro com Paulo Maluf não tivesse sido fotografado?

Manchete e submanchetes do jornal Folha de São Paulo: Demanda alta move acordo entre Boeing e a Embraer. Brasileira se movimenta para retirar entraves ao acordo com americana. O crescimento na demanda por aeronaves de porte médio em todos os continentes move as negociações entre Embraer e Boeing anunciadas nesta semana. Um acordo fechado pelas duas empresas seria uma reação à expansão do segmento de aviões de até cem lugares em mercados como a China. 0 país asiático passou por mudanças regulatórias recentes que animaram fabricantes de aviões médios, carro-chefe da brasileira. Até o Brasil mostra sinais de demanda: o governo vai investir R$ 212,4 milhões em aeroportos regionais. Na quinta (21), dia em que as tratativas com a Boeing foram anunciadas, um ex -executivo da Embraer reconheceu à Justiça dos EUA que pagou propina de US$ 1,5 milhão na Arábia Saudita para fechar a venda de aviões. A confissão, segundo a Folha apurou, seria uma forma de retirar entraves para fechar o acordo/Investigada na Lava Jato pagará multa de R$692 mi. 0 estaleiro Keppels Fels fechou acordo de leniência com autoridades de Brasil, EUA e Cingapura, onde fica sua sede. A empresa, que reconheceu o pagamento de propina à Petrobras e à Sete Brasil, pagará multa de R$ 692 milhões às autoridades brasileiras/Quatro em cada j dez brasileiras I.2 declaram ter 2 sofrido assédio. Quatro em cada dez brasileiras (42%) relatam já ter sofrido assédio sexual, aponta pesquisa Datafolha. Das 1.427 entrevistadas, 29% dizem ter sido abordadas na rua, e 22%, no transporte público. Além das mais novas, quem sente mais o problema são as mais escolarizadas e as que têm maior renda familiar/Brasil combate o vírus da Aids com comprimido preventivo/Marin é condenado e vai para a prisão nos Estados Unidos. O ex-presidente da CBF José Maria Marin foi condenado por júri em 6 dos 7 crimes de que era acusado no caso Fifa, nos EUA. O tamanho da pena pelos delitos, que incluem fraude e lavagem de dinheiro, ainda será anunciado. Marin deverá ser preso imediatamente/Presidente do Peru escapa por 8 votos e ficará no cargo. Após sessão de 14 horas no Congresso, o presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski, escapou do afastamento por oito votos —eram necessários 87 para removê-lo. A empresa do político é acusada de envolvimento em esquemas de subornos da Odebrecht/Temer se vê como ‘substancioso’ cabo eleitoral em 2018. Bem-humorado em café com jornalistas, Michel Temer disse que logo vai recuperar o capital político e que será cabo eleitoral “substancioso” na eleição de 2018. Para o presidente, denúncias de corrupção prejudicaram “muito” seu governo e sua popularidade/André Singer: E inaceitável que rigor da lei recaia sobre um só lado.

MANCHETES DOS PORTAIS DE NOTÍCIAS:

Manchete e smbmanchetes da hora de O Globo online: Indulto de Natal do governo facilita perdão a presos por corrupção. Decreto editado por Temer extingue multas e exige tempo menor de pena cumprida em crimes praticados sem violência/Transparência Internacional critica indulto concedido por Temer. Entidade diz que perdão tem beneficiado condenados desde o Mensalão/Governo libera R$ 650 milhões para sistema penitenciário/Câmara concede aposentadoria de R$ 9,6 mil a José Dirceu. Ex-ministro de Lula foi condenado no mensalão e na Lava-Jato/Ancelmo: Gilmar libera Rosinha de usar tornozeleira eletrônica. Também foram revogadas a obrigação de recolhimento domiciliar noturno e a proibição de sair da capital fluminense/Solto por Gilmar Mendes, Garotinho deixa cadeia em Bangu/Juiz nega provisoriamente prisão domiciliar de Maluf. Deputado vai espera laudos que ficarão prontos até 26 de dezembro para tomar decisão definitiva/Corte desafia Supremo e diz ser ilegal decreto migratório dos EUA. Decreto de Trump que afeta países de maioria muçulmana havia recebido aval do tribunal máximo do país/Trump planeja separar famílias para desencorajar imigração ilegal/Com apoio da China, ONU aprova duras sanções à Coreia. Cortes aprovados pelo Conselho de Segurança afetarão petróleo, trabalhadores expatriados e comércio com o regime de Kim/Parceria Embraer-Boeing pode ampliar mercado para novo avião. Brasileira já tem acordo comercial com a americana para o KC-390/Não há ‘menor cogitação’ de transferir controle da Embraer, diz Temer/Temer diz que Marcela não quer que ele seja candidato em 2018. Segundo o presidente, é ‘muito prematuro’ pensar no quadro de candidatos de 2018/Governo anuncia redução da idade para saque do Pis-Pasep. Aos 60 anos, homens e mulheres já poderão sacar o benefício. 

Manchete e submanchetes da hora do Estadão online: Temer ignora PGR e concede indulto de Natal para os presos da Lava Jato. Procuradores pediram, entre outros pontos, que condenados por corrupção não recebessem benefício/Raquel Dodge chama reforços para a Lava Jato/‘Temer prepara uma saída para si’, diz Deltan/Gilmar manda tirar tornozeleira de Rosinha. Decisão suspendeu as medidas cautelares impostas à ex-governadora do Rio e mulher de Anthony Garotinho/Juíza determina prisão e Marin pode pegar 120 anos. Condenação deixa Del Nero e Teixeira sob ameaça e confirma corrupção nas ‘entranhas’ da CBF/Marin nasce pobre e vira milionário com política e futebol. Marin é considerado culpado em seis das sete acusações/Juiz nega em caráter provisório pedido de prisão domiciliar a Maluf. Em liminar, magistrado ressalta a ‘possibilidade de revisão da decisão’ após laudo do IML. 

Manchete e submanchetes da hora da Folha online: Busca crescente por aviões médios justifica união de Boeing e Embraer. Companhia ganharia escala caso fechasse parceira com empresa americana, já que há expansão de voos regionais em países emergentes e renovação de frota nos EUA/Potencial. Vocação internacional contribuiu para a longevidade da Embraer/Lei violada. Ex-executivo da Embraer confessa propina na Arábia Saudita/Após deixar cadeia, Garotinho diz que não é igual a Sérgio Cabral/Perdão natalino. Contrariando Lava Jato, Temer dá indulto de Natal mais generoso/Procuradoria vai renegociar acordo de leniência com holding da JBS/Delegacia de Santos. Direção da Polícia Federal troca diretor que investigava porto.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.