Eleições 2018: PT e PMDB já negociam alianças nos estados: seis, segundo O Globo, oito, de acordo com o Estadão.

Edição: Sérgio Botêlho Manchetes “PT e PMDB já negociam se aliar em seis estados. Partidos deixam rixa do impeachment para trás, de olho em 2018”, mostra a manchete de
Eleições 2018
Eleições 2018

Edição: Sérgio Botêlho

Manchetes

“PT e PMDB já negociam se aliar em seis estados. Partidos deixam rixa do impeachment para trás, de olho em 2018”, mostra a manchete de O Globo. “TSE julga Bolsonaro e Lula por anteciparem campanha. Ambos são questionados pela publicação de vídeos na internet”, é a manchete do Estadão. “Ação antitrabalho escravo põe em xeque tese de Temer. Folha acompanhou força-tarefa em fiscalização de fazendas no sul da Bahia”, conta a manchete da Folha.

Destaques

As eleições de 2018 e as possíveis alianças estaduais entre PT e PMDB é abordada, além de O Globo, pelo Estadão. Jornal paulista cita oito estados onde os dois partidos fariam alianças, já liberadas por Jucá. Aumento do preço do gás de cozinha, subida do dólar, e queda da Bolsa, na semana, são outros temas em destaque. Também continua matéria repetida em jornais e portais a admissão, por Meirelles, de candidatura presidencial. Enem 2017: governo e PGR recorrem de decisão que impede zerar notas de candidatos que atentem contra os direitos humanos, nas redações. Polícia Rodoviária Federal apreende R$12 milhões em espécie.

Chamadas de destaque.

Maia diz que Henrique Meirelles seria ‘um bom presidente’. Meirelles, o ministro que virou candidato e vidraça. Tomo decisões na hora certa”, afirma Meirelles. Miriam Leitão: Meirelles candidato atrapalha aprovação de reformas.

Bolsa se recupera de susto com Meirelles, mas tem pior semana desde ‘Joesley Day’. Dólar fecha o dia a R$ 3,30, a maior cotação desde julho. Ações da Eletrobras puxaram o Ibovespa para baixo. Preço da energia pode limitar recuperação da economia. Governo mantém térmica acionada, e luz deve subir mais. Petrobras volta a reajustar gás de cozinha, e alta é de 54% desde junho. Ibovespa tem leve alta nessa sexta-feira, mas perde 2,71% na semana. Juros sobem puxados por alta do dólar. Operadoras de plano de saúde não pagam nem 20% de suas multas. Rússia aumenta restrições à carne importada do Brasil.

Raquel Dodge insiste em perícia para apurar suspeita de compra de decisões judiciais pela J&F. Geddel quer saber quem fez ligação e entregou ‘bunker’. Pastor acusa Cabral de pedir assinatura para doação a cadeia. Maia diz que ‘tem muita verdade’ nas declarações de Torquato. Torquato para Pezão: ‘Foi uma posição pessoal, não de governo’. Na maior apreensão da história da PRF, são encontrados R$ 12 milhões em caminhão no Paraná. Temer sanciona MP que garante foro privilegiado a Moreira. Mônica Bergamo: Investigação de embaixador por assédio moral agita Itamaraty. Estados do Nordeste se revezam na liderança do nº de assassinatos no país.

Enem terá a maior estrutura de segurança da história, diz ministro. Inep-MEC recorre contra decisão que libera agressão aos direitos humanos no Enem. Dodge recorre para zerar redação contra direitos humanos.

Congressistas dos EUA estão propondo lei para dar mais transparência aos anúncios políticos nas redes sociais, a fim de coibir notícias falsas. Sanções dos EUA travam revisão da dívida da Venezuela. Vice de Cristina é preso. Amado Boudou é acusado de formação de quadrilha.

Aliado evangélico de Doria lidera o PSDB paulistano. PT deve permitir aliança com partidos pró-impeachment. Ala ‘de esquerda’ do PSDB critica Doria e elo do partido com o MBL. Por 2018, Marina faz reunião com PSB e prega terceira via ‘contra a polarização’ na eleição. Dez prefeitos de capitais podem concorrer nas eleições de 2018. Temer silencia sobre polêmicas provocadas pelos ministros Torquato Jardim e Luislinda Valois.

MANCHETES DOS JORNAIS:

Manchete e submanchetes do jornal O Globo: PT e PMDB já negociam se aliar em seis estados. Partidos deixam rixa do impeachment para trás, de olho em 2018. Renan e Eunício, antes contra Dilma, estão com Lula. Afastados desde o impeachment de Dilma Rousseff, PT e PMDB já negociam alianças eleitorais locais em pelo menos seis estados: Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Piauí e Sergipe. Em alguns casos, se conseguir ser candidato, o ex-presidente Lula, defensor da tese de que o afastamento de Dilma foi um “golpe”, deve dividir o palanque com políticos que inclusive votaram a favor da saída da petista, como os senadores peemedebistas Renan Calheiros (AL) e Eunício Oliveira (CE)/Cabral pediu assinatura, diz pastor. O pastor Carlos Serejo afirma que o ex-governador Sérgio Cabral pediu pessoalmente — em conversa na biblioteca — que o religioso assinasse a doação de equipamentos para uma videoteca na prisão. Cabral nega/Enem 2017 – Descontração e organização na reta final. Educadores recomendam relaxar antes da prova e seguir o edital na redação, apesar da liminar que impede zero em caso de desrespeito a direitos humanos. Site do GLOBO terá correção ao vivo/Um deputado a serviço do tráfico. O deputado federal e pastor Francisco Floriano (DEM-RJ) levou a mulher e a irmã do traficante Marcinho VP para pedir ao ministro Torquato Jardim a volta das visitas íntimas em presídios/Dólar sobe 1,28% e supera R$ 3,30. Os sinais de um crescimento econômico mais forte nos EUA e a perspectiva de que será difícil aprovar reformas no Brasil levaram o dólar a subir a R$ 3,308/Ofensiva contra notícias falsas. Congressistas dos EUA estão propondo lei para dar mais transparência aos anúncios políticos nas redes sociais, a fim de coibir notícias falsas.

Manchete e submanchetes do jornal Estado de São Paulo: TSE julga Bolsonaro e Lula por anteciparem campanha. Ambos são questionados pela publicação de vídeos na internet; propaganda só pode começar em 15 de agosto. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve julgar ainda neste ano dois processos por suposta propaganda eleitoral antecipada contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o deputado federal Jair Bolsonaro. Os casos dizem respeito a vídeos divulgados na internet com referências às candidaturas de ambos, que já anunciaram publicamente a intenção de concorrer ao Planalto em 2018. No caso de Bolsonaro, o Ministério Público Eleitoral questiona a publicação de imagens que mostram o parlamentar sendo recebido em aeroportos por simpatizantes. Único a votar por enquanto, o relator, ministro Napoleão Nunes, não viu propaganda antecipada. Lula, também segundo o MPE, faz propaganda antecipada em vídeos com títulos como “Rumo a 2018”. Ele ainda é questionado por participar de evento referente à transposição do São Francisco, em março. A avaliação na Corte Eleitoral é de que esses julgamentos devem nortear o entendimento sobre o tema em 2018. Por lei, a propaganda eleitoral é permitida somente a partir de 15 de agosto do ano da eleição, e há previsão de multa de até R$ 25 mil para quem ignorar a regra. Bolsonaro argumenta que é um direito de seus simpatizantes fazerem vídeos dele. A defesa de Lula diz que imagens do ex-presidente foram usadas por terceiros/Preço da energia pode limitar recuperação da economia. Os sinais de melhora da economia levaram o governo a reavaliar suas projeções de crescimento do PIB para 2018 de 2,5% para 3%. Mas o setor elétrico pode ser um entrave. As chuvas abaixo da média e a seca no Nordeste exigem o acionamento das usinas térmicas e têm gerado um efeito cascata na indústria. O setor elétrico diz que não há risco de apagão. A preocupação é com o impacto financeiro, que pode atrapalhar a recuperação. A alta no preço da energia é de 5,8% no ano, ante uma inflação de 1,78%/Maratona do Enem começa para 6,7 mi/Igreja diz que Cabral induziu religiosos/Sanções dos EUA travam revisão da dívida da Venezuela. Um dia depois de anunciar a renegociação da dívida, calculada em US$ 150 bilhões, o governo da Venezuela chamou credores internacionais para discutir a medida. Sanções financeiras impostas pelos EUA em agosto, que impedem investidores americanos de comprar papéis emitidos pelo governo Maduro, devem dificultar as negociações/Vice de Cristina é preso. Amado Boudou é acusado de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro no período em que estava no governo de Cristina Kirchner..

Manchete e submanchetes do jornal Folha de São Paulo: Ação antitrabalho escravo põe em xeque tese de Temer. Folha acompanhou força-tarefa em fiscalização de fazendas no sul da Bahia/Operadoras de plano de saúde não pagam nem 20% das multas/Dez prefeitos de capitais podem ser candidatos em 2018 à Presidência ou ao Senado ou aos governos estaduais {João Doria (PSDB-São Paulo), Arthur Virgílio (PSDB-Manaus), ACM Neto (DEM-Salvador), Marcus Alexandre (PT-Rio Branco), Carlos Amastha (PSB-Palmas), Rui Palmeira (PSDB-Maceió), Luciano Cartaxo (PSD-João Pessoa), Carlos Eduardo (PDT-Natal), Teresa Saurita (PMDB-Boa Vista) e Zenaldo Coutinho (PSDB-Belém)}/Aliado evangélico de Doria lidera o PSDB paulistano. Escolhido como o novo presidente do diretório municipal do PSDB, o vereador e evangélico João Jorge, 58, ê aliado do prefeito Doria. Com Jorge, o tucano busca ampliar sua base para eventual disputa com Geraldo Alckmin pela candidatura presidencial/Governo mantém térmica acionada, e luz deve subir mais. Mesmo com a proximidade do período chuvoso, o governo optou por manter em operação usinas térmicas que fornecem energia mais cara do que a recomendada pelo modelo vigente. A medida, que busca preservar água nos reservatórios das hidrelétricas brasileiras, deve ter impacto nas tarifas de energia/Petrobras volta a reajustar gás de cozinha, e alta é de 54% desde junho/Demétrio Magnoli: Ação política nas fake news passa quase impune. Pesquisas indicam que indivíduos frustrados replicam mensagens mentirosas na internet, mas geralmente não as fabricam. A sentença iracunda que você lê numa rede social foi, lá na origem, elaborada por um agente político a serviço de um Estado, partido ou movimento.

Manchete do jornal Correio Braziliense: Itamaraty corta cargos e vai reduzir privilégios.

Manchete do jornal Estado de Minas: Perito pede carona. Assassinato de jovem por homem que viajava com ela acende alerta para risco da prática.

Manchete do jornal Zero Hora, do RS: “Tomo decisões na hora certa”, afirma Meirelles.

MANCHETES DOS PORTAIS DE NOTÍCIAS:

Manchete e smbmanchetes da hora de O Globo online: Dólar fecha o dia a R$ 3,30, a maior cotação desde julho. Bolsa operou perto da estabilidade, mas fechou com alta de 0,12%. Ações da Eletrobras puxaram o Ibovespa para baixo/Raquel Dodge insiste em perícia para apurar suspeita de compra de decisões judiciais pela J&F. Lewandowski rejeitou pedido inicial porque PGR não aponta indícios/Maia diz que Henrique Meirelles seria ‘um bom presidente’. Presidente da Câmara comentou a suposta candidatura do ministro/Miriam Leitão: Meirelles candidato atrapalha aprovação de reformas. Ministro da Fazenda sempre sonhou com a Presidência. Foi assim desde que entrou na política/Não serei candidato a vice em nenhuma hipótese, diz ministro/Na maior apreensão da história da PRF, são encontrados R$ 12 milhões em caminhão no Paraná. Montante estava entre produtos hortifrutigranjeiros; foram necessárias quatro horas para contar o valor apreendido/Temer sanciona MP que garante foro privilegiado a Moreira. Ministro da Secretaria-Geral da Presidência foi denunciado pela PGR, mas a Câmara suspendeu o processo/Geddel quer saber quem fez ligação e entregou ‘bunker’. Defesa também pede acesso a material que permitiu identificação de digitais/Leilões de imóveis de Youssef arrecadam R$ 8,9 milhões. Leilões de imóveis de Youssef arrecadam R$ 8,9 milhões. Foram vendidos 74 apartamentos em Aparecida (SP) e partes de um hotel em Salvador/Pastor acusa Cabral de pedir assinatura para doação a cadeia. Carlos Serejo, da Igreja Batista do Méier, diz ter sido ‘manipulado’ pelo ex-governador para doar equipamentos de TV, DVD e home theater/Maia diz que ‘tem muita verdade’ nas declarações de Torquato. Presidente do TSE, Gilmar Mendes também demonstrou preocupação com segurança nas eleições do Rio no ano que vem/Torquato para Pezão: ‘Foi uma posição pessoal, não de governo’. Governador e ministro da Justiça conversaram por mensagens de WhatsApp pela primeira vez depois da crise/Petrobras reajusta em 4,5% o preço do gás de cozinha. Empresa estima que aumento médio será de R$ 1,21 por botijão para o consumidor/Governo vai manter usinas térmicas em operação para preservar reservatórios. 

Manchete e submanchetes da hora do Estadão online: TSE vai julgar Bolsonaro e Lula por antecipação de campanha. Ministério Público Eleitoral acusa deputado e ex-presidente de adiantar início do processo eleitoral/Ministro {Meirelles} descarta concorrer como vice em 2018/Maia diz que Meirelles ‘é um grande quadro’ para 2018/Líder do PMDB {Baleia Rossi-PMDB-SP} simpatiza com Meirelles candidato/PT deve permitir aliança com partidos pró-impeachment/PMDB já busca aliança com PT em 8 estados. Além do Ceará, a situação deve se repetir em outros Estados, como Minas. Na semana passada, Jucá se reuniu com deputados federais do PMDB mineiro para anunciar a decisão de liberar as coligações. PMDB e PT também negociam em Estados como Alagoas, Piauí, Sergipe, Tocantins, Paraná e Goiás. No Paraná, Jucá deu aval para o senador Roberto Requião (PMDB) negociar aliança com o PT. Pela negociação, Requião apoiaria o candidato petista ao governo do Estado. Em troca, teria apoio do partido de Lula para garantir sua reeleição ao Senado. “Vamos ter uma renovação brutal. Partidos como eleitorado fidelizado como o PT terão uma vantagem monumental”, disse Requião/Energia pode limitar recuperação da economia. Com reservatórios em níveis baixos e acionamento de termoelétricas, preço da energia acumula alta de 5,8%. 

Manchete e submanchetes da hora da Folha online: Ação antitrabalho escravo coloca em xeque tese de Temer sobre excessos. Folha acompanhou força-tarefa em fiscalização de fazendas no sul da BA; presidente chegou a dizer que ‘se não tiver saboneteira no lugar certo significa trabalho escravo’/Operadoras de plano de saúde não pagam nem 20% de suas multas. Em 5 anos, as empresas quitaram R$ 493 mi de R$ 2,6 bi cobrados pela ANS por irregularidades/Dez prefeitos de capitais podem concorrer nas eleições de 2018. Se confirmado, número total de renúncias seria recorde desde redemocratização; confira a lista/Ala ‘de esquerda’ do PSDB critica Doria e elo do partido com o MBL/Candidato à presidência do PSDB, Perillo quer ‘desembarque educado’ do governo/Aliado evangélico de Doria é novo presidente do PSDB paulistano/Perpetuação de clãs na política do Paraná é estudada em universidade/Por 2018, Marina faz reunião com PSB e prega terceira via ‘contra a polarização’ na eleição/Mônica Bergamo: Investigação de embaixador por assédio moral agita Itamaraty.

Manchete da hora do Correio Braziliense online: Enem terá a maior estrutura de segurança da história, diz ministro. AGU recorre contra decisão que cancelava regra dos direitos humanos. Metrô vai funcionar em horário especial nos dias 5 e 12 deste mês.

Manchete da hora do Estado de Minas online: Conversa nas redes sociais registra últimos momentos de jovem assassinada. 

Manchete da hora do jornal Zero Hora, do RS, online: “Não é garantido que fechemos neste ano”, diz Meirelles sobre plano de recuperação do RS. 

Manchete e submanchetes da hora do Valor Econômico online: Dólar sobe 1,28%, supera R$ 3,30 e retoma níveis de julho. Ibovespa tem leve alta nessa sexta-feira, mas perde 2,71% na semana. Juros sobem puxados por alta do dólar/No mercado internacional, dólar sobe ante moedas de países emergentes/Petróleo fecha em alta e atinge a máxima em mais de dois anos. 

Manchete da hora do DCI-Diário, Comércio, Indústria e Serviços online: Dólar sobe a R$3,30 com exterior após dados da economia dos EUA. Moeda valorizou 1,32%, a R$ 3,3071 na venda, maior nível desde o dia 4 de julho deste ano; esse foi o terceiro avanço semanal consecutivo, acumulando alta de 5,02% no período. 

Manchete da hora da revista Veja online: Justiça. Enem: PGR pede suspensão de liminar que muda regra da redação. Para Dodge, decisão que impede nota zero a texto que desrespeite direitos humanos traz insegurança jurídica e retrocesso social. 

Manchete da hora da revista Isto É online: Pré-candidatos recorreu ao populismo barato e lançam mão de mentiras (manchete repetida, de ontem). 

Manchete da hora da revista Exame online: Meirelles, o ministro que virou candidato e vidraça. Ministro da Fazenda admitiu ser presidenciável, mas vai ter que lidar com passado no grupo J&F. 

Manchete da hora da revista Época online: A polícia que mata. Havia mais de uma década a polícia de São Paulo não matava tanto. ÉPOCA mostra com exclusividade o perfil do policial matador. E como é difícil puni-lo pelos abusos cometidos (manchete da capa da revista impressa). 

Manchete da hora da revista Carta Capital online: “A necessidade da educação alimentar é uma realidade”. Para a doutora Claudia Cezar, a obesidade combate-se com conhecimento, não com tabus. 

Manchete da hora da InfoMoney/Bloomberg online: Bolsa se recupera de susto com Meirelles, mas tem pior semana desde ‘Joesley Day’. 

Manchete da hora do Jornal do Brasil online: Cabral pediu assinatura em doação para ‘cinema’, diz pastor. Procedimento iria legitimar o uso de equipamentos de TV, DVD e Home Theater que já estavam na cadeia/Fachin é sorteado para analisar ação de Pezão contra ministro da Justiça/PRF prende motorista com R$ 12 milhões em espécie. Caminhoneiro ia de São Paulo para Foz do Iguaçu. 

Manchete da hora do IG Últimas Notícias: Inep recorre contra decisão que libera agressão aos direitos humanos no Enem. 

Manchete e submanchetes da hora do UOL: Região vive explosão de violência. Estados do Nordeste se revezam na liderança do nº de assassinatos no país. 

Manchete da hora do G1: Rússia aumenta restrições à carne importada do Brasil. País suspendeu temporariamente importações de 1 frigorífico e exigirá controle sanitário mais rígido de outras 5 empresas brasileiras; Rússia é 4º mercado da carne brasileira. 

Manchete da hora do site Globo.com: Dodge recorre para zerar redação contra direitos humanos. PGR recorre para manter regra sobre direitos humanos no Enem. Ministro da Educação destaca esquema de segurança no Enem. 

Manchete da hora do site do Jornal da Globo, que foi ao ar a zero hora desta madrugada: Raquel Dodge e ministro do STF defendem a prisão para condenados em segunda instância.

Manchete da hora do site da rádio CBN: AVC mata mais mulheres do que homens pela 1ª vez. Dado é da Sociedade Brasileira de Cardiologia. 

Manchete da hora da Agência Brasil: PGR também recorre ao STF para defender regra sobre direitos humanos no Enem. 

Manchete da hora do Congresso em Foco: Temer silencia sobre polêmicas provocadas pelos ministros Torquato Jardim e Luislinda Valois. 

Manchete da hora do Jornal Extra (RJ): Petrobras anuncia aumento de 4,5% no preço do gás de cozinha. 

Manchete da hora do jornal Agora (São Paulo): Gas sobe de novo e alta já chega a 54% em 5 meses.

MANCHETES DOS BLOGS:

Manchete da hora do Diário do Poder, de Cláudio Humberto: Temer devia barrar Morales. Presidente devia recusar visita de boliviano que tomou refinaria. 

Manchete da hora do Blog do Camarotti: Economia faz de Meirelles nome ‘natural’ em 2018, diz líder do PMDB. Em vídeo para as redes sociais, o líder do PMDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (SP), diz que os resultados da economia credenciam o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a postular uma eventual candidatura à Presidência em 2018. 

Manchete da hora do Brasil 247: PT e PMDB já negociam alianças em seis estados. 

Manchete da hora de O Antagonista: A loura de Lula. Lula “está namorando uma loura”, segundo a Veja. 

Manchete da hora do Blog do Josias: Visão cáustica de Torquato sobre Rio é compartilhada pela cúpula do governo. 

Manchete da hora do Blog do Noblat: Ainda as urnas eletrônicas. A resistência do TSE ao voto impresso em complemento ao eletrônico, imposto pela lei 13.165/2015, começa a ser enfrentada com maior vigor por juristas, juízes e movimentos sociais, já com o apoio de alguns (embora ainda poucos) parlamentares.

Manchete da hora do Radar (da Veja) online: TCU vai investigar tema de conversa entre Temer e Rocha Loures. 

Manchete da hora do Blog Poder 360,  de Fernando Rodrigues: Biodigestão é melhor alternativa a lixões do que aterros, diz especialista. Processo tem menos custo e pode ser feito em menor escala. Gás é convertido em energia, tanto para carros quanto elétrica. 

Manchete da hora do blog Os Divergentes: O governo Temer boicota o governo Temer (Rudolfo Lago).

Manchete da hora do Blog do Lauro Jardim, em O Globo online: Cerimonial do Planalto causa tumulto em viagem presidencial. Um funcionário do cerimonial do Planalto foi exonerado após se recusar a sair do helicóptero no qual Michel Temer viajava.

MANCHETES DAS SECCIONAIS BRASILEIRAS DE AGÊNCIAS INTERNACIONAIS:

Manchete da hora da BBC Brasil: EI perde seu último grande reduto na Síria. Combates com extremistas geraram crise humanitária, deixando milhares de pessoas sem teto, água e comida.

Manchete da hora da Agência Reuters: Em confronto com Trump, relatório dos EUA diz que humanos causam mudanças climáticas. 

Manchete da hora da agência Sputinik Brasil: Espanha emite mandado de prisão internacional para presidente destituído da Catalunha.

Manchete da hora da Euronews: Justiça espanhola emite mandado de captura europeu para o ex-presidente do governo autonómico da Catalunha, Carles Puigdemont.

Manchete da hora RFI-Brasil: Juíza espanhola emite ordem de captura europeia contra Puigdemont. Uma juíza espanhola emitiu nesta sexta-feira (3) uma ordem europeia de busca e captura contra o presidente destituído catalão Carles Puigdemont e quatro de seus ministros, investigados por rebelião e sedição por seu papel na declaração de independência na Catalunha, informou a Assembleia Nacional. 

Manchete da hora de El País, no Brasil: Advogado da campanha de Fernando Holiday o acusa de ter feito caixa dois. Cleber Teixeira rompeu com o jovem e entrou com ação contra ele no MPF para comprovar contabilidade ilegal, razão pela qual teria se recusado a assinar a prestação de contas apresentada à Justiça.

Manchete da hora da Agência France-Press-Brasil: A Venezuela convocou seus credores para uma reunião em 13 de novembro em Caracas, a fim de dar início a uma renegociação da dívida externa, estimada em cerca de 150 bilhões de dólares.

Manchete da hora do El Clarin-Brasil: Justiça prende ex-vice de Cristina Kirchner. Amado Boudou foi preso em casa, nesta sexta-feira, assim que acordou. Estava descalço e despenteado. É acusado de enriquecimento ilícito.

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.