Impeachment passa em comissão e segue para Plenário do Senado

Comissão de impeachment encerra votação e aprova por 15 votos a 5 relatório favorável à admissibilidade do processo.

A Comissão de Impeachment do Senado aprovou por 15 votos a 5 o parecer do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), que recomenda a abertura de processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff e o seu consequente afastamento.

O parecer de Anastasia será lido e, 48 horas depois, seguirá para votação em Plenário. Essa votação deve ocorrer na próxima quarta-feira (11). O Plenário vai decidir se aceita a denúncia e afasta a presidente Dilma Rousseff por 180 dias para que ela responda ao processo, resultado que depende do voto favorável da maioria da Casa, 41 senadores.

Se a presidente for afastada, o Senado passará a julgar o mérito do processo. Dilma terá prazo para se defender e uma comissão vai ficar responsável pela análise das provas contrárias e favoráveis. A comissão votará um novo parecer, dessa vez recomendando ou não o impeachment de Dilma. A palavra final será do Plenário: se houver aval de 2/3 dos senadores, 54 parlamentares, a presidente perderá o cargo e ficará inelegível por 8 anos.

FONTE: Agência Câmara

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.