Rebaixamento da nota credibilidade do Brasil é principal assunto da mídia

Edição: Sérgio Botêlho MANCHETES DOS JORNAIS: Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Agência de risco reduz nota e afeta credibilidade do país. Demora no ajuste fiscal e incerteza
Rebaixamento da nota de risco do Brasil

Edição: Sérgio Botêlho

MANCHETES DOS JORNAIS:

Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Agência de risco reduz nota e afeta credibilidade do país. Demora no ajuste fiscal e incerteza política foram os motivos alegados. Standard & Poor’s rebaixa a classificação do Brasil para ‘BB-’, grau especulativo, apesar dos esforços do governo; Ministério da Fazenda cobra do Congresso aprovação da reforma da Previdência/Míriam Leitão: Rebaixamento pega governo e mercado de surpresa/Crivella recorre a segurança privada na folia. Prefeito também quer a volta das Forças Armadas ao patrulhamento das ruas do Rio/Sinal de alerta acende em 16 estados. Dezoito anos depois da criação da Lei de Responsabilidade Fiscal, administrações estaduais continuam gastando mais do que o permitido com folhas de pagamento de pessoal. Embora já houvesse a possibilidade de cassação de três governadores ano passado, punições jamais atingiram os gestores/Merval Pereira: Alckmin é o nome. Temer está trabalhando com a ideia de uma grande aliança em torno do tucano/Cristiane já dá as cartas no Trabalho. Embora impedida de assumir o Ministério do Trabalho, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) já exerce influência na pasta: o atual ministro interino é seu aliado de longa data/BNDES muda regra de financiamento. O BNDES anunciou mudanças em suas políticas operacionais e espera desembolsar R$ 100 bi este ano. Vai financiar 100% do valor de máquinas para micro e pequenas empresas/Editorial: Moralidade deve contar nas nomeações.

Manchete e submanchetes do jornal Estado de São Paulo: Uma em cada três federais tem denúncia em cota racial. Governo quer que universidades criem comissão para avaliar candidatos a vagas que se declaram negros ou pardos/Suspeitas começaram no Sul. As primeiras supostas irregularidades no uso das cotas apareceram por causa de denúncias de militantes do movimento negro. Na Universidade Federal do RS, 440 alunos foram denunciados/S&P rebaixa nota do País e gera atrito entre Poderes. Fazenda põe culpa no Congresso pela não aprovação de reformas; Rodrigo Maia e Eunício Oliveira rebatem e governo, em nota, recua/Lava Jato faz PT atrasar cronograma de campanhas. A esta altura, em outras eleições, o PT já tinha definido os nomes da coordenação da campanha. Agora, porém, o único setor cujos integrantes já foram confirmados é o de programa de governo, a cargo de Fernando Haddad. A presidente nacional da sigla, Gleisi Hoffmann, deve assumir a coordenação-geral, mas a definição só será feita depois do julgamento de Lula no TRF-4, marcado para o dia 24/Concorrentes criticam acordo entre Anatel e Telefônica. Para se livrar de multas de R$ 2,2 bilhões, a Telefônica negocia acordo com a Anatel em que se compromete a aplicar R$ 5,4 bilhões em ampliação da cobertura e instalação de 3G e 4G. As concorrentes Tim e Claro acusam a empresa de querer investir onde já há banda larga fixa, usando recursos públicos para aplicar em mercados lucrativos. A Telefônica diz que a fibra óptica será instalada nas periferias/Febre amarela: viajante deve tomar vacina padrão/Brasileiro preso já foi internado. Jonatan Diniz, preso na Venezuela, diz que foi várias vezes internado por causa de sua “mediunidade” e que queria mostrar a realidade daquele país/Eliane Cantanhêde: Entre Michel Temer e os candidatos há, por enquanto, um jogo de gato e rato/Celso Ming: Teremos a 2ª maior colheita de grãos da história. Isso melhora a condição geral da economia/Editorial: É preciso resgatar a Embrapa. Empresa vê-se perdida ante enorme pulverização de seus projetos de pesquisa, estando poucos deles alinhados, de fato, com as novas necessidades dos produtores agropecuários/Editorial: O pesado custo lulopetista. Decisões econômicas irresponsáveis resultaram em recessão, desemprego e pobreza.

Manchete e submanchetes do jornal Folha de São Paulo: Crise fiscal do país abre embate entre BNDES e governo. Tesouro cobra devolução de R$ 130 bilhões do banco, que coloca condições para fazer o pagamento da dívida. O governo do presidente Michel Temer (MDB) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) batem cabeça a respeito da situação fiscal do país, em uma equação que parece não fechar/Pedro Luiz Passos: Caminhamos, enfim, rumo à exaustão do modelo fiscal no país/S&P rebaixa nota do Brasil por atraso na Previdência/Bolsonaro volta a criticar a Folha e defende uso de auxílio-moradia. Em entrevista à Folha, o presidenciável e deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) voltou a criticar o jornal e a defender o recebimento de auxílio-moradia da Câmara, mesmo tendo imóvel próprio em Brasília. Ao ser questionado sobre o uso do benefício para pagar o apartamento, o deputado afirmou que estava solteiro à época e utilizou o dinheiro para “comer gente”/Deputado emprega servidora fantasma que vende açaí no RJ. Jair Bolsonaro usa verba da Câmara para empregar vizinha dele em Angra Dos Reis (RJ), onde ela vende açaí. Walderice da Conceição é listada desde 2003 como funcionária do gabinete do deputado em Brasília. Bolsonaro nega que ela seja funcionária fantasma/Político inspira Bolsomito, uma bebida energética/”Tem que pegar o meu patrimônio. Esquece meus filhos”, diz Bolsonaro/Bolsonaro diz que só abandona candidatura se for morto ou tirado na ‘covardia’/Bolsonaro é um liberal completo, diz presidente do PSL/Painel: Aliados de Maia e Meirelles dizem que Temer atira em quem tenta andar com as próprias pernas/Temer tenta recuperar influência sobre eleição/Temer passa por consultas de rotina em SP; médico diz que presidente está bem/Meirelles diz que vai avaliar ‘até que ponto’ há condições para candidatura/Paulinho da Força e ex-presidentes latinos assinam manifesto pró-Lula/Huck rejeita candidatura e diz que muita gente ‘ouve o que quer’/Países barram dose menor de vacina da febre amarela. Brasileiros só receberão o certificado para entrar em 135 países que exigem vacinação contra febre amarela se tomarem a dose padrão (0,5 ml), informou a Anvisa. A partir de fevereiro, SP, RJ, e BA oferecerão de forma emergencial uma dose fracionada (0,1 ml)//Editorial: Gravidade. Sem opção, o governo acena a Alckmin; fraco nas pesquisas, porém, tucano não anima o seu partido/Editorial: Alerta amarelo. Após traumas com zika e chikungunya, temor com a febre amarela faz governo se mover com mais pressa. 

MANCHETES DOS PORTAIS DE NOTÍCIAS:

Manchete e smbmanchetes da hora de O Globo online: Economia. Standard & Poor’s rebaixa classificação de risco do Brasil. Nota do país passou de BB para BB-, com perspectiva estável. Para agência, há grande incerteza relacionada às próximas eleições/Lava-Jato. Cabral poderá ter de cumprir 30 anos em regime fechado/Cálculo para progressão de pena leva em conta somatório das condenações, que hoje é de 87 anos/Força-tarefa no Paraná começa novas investigações. Parte do material se refere a desdobramentos de delações/Rio pagará salário de dezembro a todos os servidores no dia 15. Terão direito ao pagamento integral 460 mil servidores ativos, inativos e pensionistas/Cristiane Brasil insistirá em recursos para garantir posse. Deputada irá acionar plenário do TRF-2 até segunda. Em caso de negativa, ela irá ao STJ e ao STF/Merval Pereira: O legal e o moral. O governo não tem como fazer o PTB desistir da vaga, muito menos sendo a escolhida a deputada Cristiane Brasil/Tribunal libera funcionários em dia de julgamento de Lula. Por segurança, não haverá expediente para servidores que não estão envolvidos na seção/Seguro-desemprego é reajustado em 2,07% em 2018. Cálculo tomou como base a variação do INPC. Valor máximo será de R$ 1.677,74/Carnaval movimentou R$ 15,2 bi na economia desde 2010. Prefeitura espera que seis milhões de pessoas participem da festa na cidade em 2018/Prefeitura quer tropas federais durante o carnaval. Estimativa é que a cidade reúna 6 milhões de foliões no período/Folia na rua terá 28 novos blocos no carnaval 2018/Crivella canta: ‘Quem não gosta de samba, bom prefeito não é’/Boletim médico diz que Temer ‘passa bem’ e pode viajar. Presidente passou por uma avaliação com seu urologista nesta quinta em São Paulo/SP tem protestos contra aumento da passagem de ônibus. Ato realizado no centro da capital paulista é pacífico/Justiça suspende MP que autoriza venda da Eletrobras. Decisão é de juiz da 6ª Vara da Justiça Federal de Pernambuco/Democratas e republicanos chegam a acordo jovens ilegais. Decreto que protege ‘dreamers’ sofreu restrição de Trump, mas decisão foi suspensa/EUA recomendam ‘aumentar o cuidado’ em viagens ao Brasil. Classificação coloca país no mesmo nível de Congo, Egito e Colômbia. 

Manchete e submanchetes da hora do Estadão online: Agência de risco rebaixa nota do Brasil. Standard & Poor’s foi a primeira a tirar o grau de investimento do País em fevereiro de 2016; rating passa de BB para BB/Minutos após rebaixamento, Meirelles comemora crescimento no Twitter/Para economista, reação do mercado a rebaixamento deve ser ‘pequena’/Mesmo com aceno de Temer a Alckmin, DEM vê Maia como alternativa. Presidente da Câmara é uma das possibilidades do partido para disputa ao Palácio do Planalto/Maia busca apoio do PR para sua candidatura/Temer prefere Meirelles na Fazenda do que na eleição/Começa hoje caça aos votos pela Previdência, diz Maia. Democrata recorre a antigos auxiliares de ACM e Lula/Meirelles: ‘Não parei para pensar se sou 70% candidato, 10% ou 30%’. Segundo Meirelles, cargos relevantes devem ser ocupados por pessoas experientes na vida pública/Ministro do TCU defende candidatura de Lula/BNDES reduz restrições de crédito para empresas. Banco converge taxa com a Selic e diz que vai financiar até 100% dos investimentos para produção de PMEs/Febre amarela. Quem for ao exterior precisa tomar vacina integral. Alerta feito pela Anvisa afirma que dose fracionada da imunização não servirá para emissão de certificado/Estado em crise. Rio promete pagar salários de dezembro na próxima segunda. Estimado em R$ 1,6 bi, pagamento será feito pelo Estado com arrecadação tributária e empréstimo/Crivella pede apoio das Forças Armadas para o carnaval do Rio. Ministro diz, contudo, que solicitação não cabe ao prefeito; cidade receberá 1,5 milhão de turistas/Julgamento de Lula vai alterar rotina do TRF4. Tribunal suspendeu os prazos e intimações nos processos físicos e eletrônicos em curso nos dias 23 e 24/Governo vai recorrer de liminar que suspende privatização da Eletrobrás. Em nota, Ministério de Minas e Energia destaca não ter sido ouvido previamente pela Justiça/Juiz barra MP que autoriza privatização da Eletrobrás/MBL se arrepende de apoio a brasileiro preso. Movimento diz que Jonatan Moisés Diniz enganou parentes e envolveu País ‘utilizando táticas desonestas’/Brasileiro diz que planejou ser preso na Venezuela. Leia mais notícias internacionais no ‘Estadão’/Temer questiona a liminar que suspendeu posse de Cristiane Brasil em pasta. ‘Como um juiz de 1ª instância derruba decisão do presidente?’, diz, sobre indicação para o Trabalho/Nêumanne: ‘Mas que mulher indigesta’. 

Manchete e submanchetes da hora da Folha online: Bolsonaro emprega servidora fantasma que vende açaí em Angra. Servidora tem comércio na rua onde fica casa de veraneio do deputado; presidenciável nega emprego fantasma ou uso de dinheiro da Câmara para pagar serviços em imóvel/Presidenciável. Só deixo candidatura se for morto ou tirado na covardia, diz deputado/Igor Gielow: Aceno a Alckmin traz leitura de cenário e necessidades de Temer/Política e fé. Fiéis iniciam os festejos da Lavagem do Bonfim; evento dá largada a corrida eleitoral na Bahia/Agência de risco S&P rebaixa nota de crédito do Brasil por atraso na reforma da Previdência. Nota foi de ‘BB’ para ‘BB-‘, três degraus abaixo do grau de investimento, concedido a países considerados bons pagadores/Febre amarela. Certificado de viagem será negado para dose fracionada da vacina. Decisão consta de um comunicado da Anvisa; ao todo, 135 países exigem o comprovante/Cármen Lúcia diz que avaliará caso de corregedor nacional de Justiça. João Otávio de Noronha relata no CNJ representação feita por um cliente de seus filhos/Saúde. Temer passa por consultas em SP; médico diz que presidente está bem/Fortes chuvas. Alagamentos deixam ao menos dois mortos e dois desaparecidos em SC/Grande São Paulo. Policial envolvido em suposto racha já foi preso em caso de extorsão. Investigador dirigia Camaro que disputava racha com uma Mercedes, dizem testemunhas. Testemunha diz que veículo ‘passou como foguete’/Para defesa, falar em prisão de Lula é ato político ou de desinformados/Seguro-desemprego é reajustado em 2,07%; teto sobe para R$ 1.677/Dívida Ativa da União. Procuradoria bloqueará bens sem autorização judicial em 3 meses/Jonatan Diniz: OAB-SC chama de desprezível plano de brasileiro preso na Venezuela. Brasileiro disse que premeditou captura para chamar atenção para o trabalho de sua ONG/A pedido do australiano. Equador anuncia que concedeu nacionalidade a Julian Assange. Criador do WikiLeaks vive na embaixada equatoriana em Londres desde 2012.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.