Novos ministros trabalham no final de semana

Nessa segunda-feira, 16, Meirelles deve anunciar novo presidente do BC.

O primeiro fim de semana da equipe do presidente interino Michel Temer tem poucos compromissos públicos, mas está sendo intenso no que diz respeito a negociações e trabalhos internos. Como os ministros tomaram posse na quinta-feira (12) e passaram a sexta-feira (13) em reuniões no Palácio do Planalto e entrevistas coletivas, passam neste momento a tomar conhecimento da situação de suas pastas para que a gestão se inicie logo no começo da semana.

Com a orientação do presidente interino para que não haja desperdício de tempo, alguns ministros reuniram equipes neste sábado (14), e prosseguem neste domingo (15) com o objetivo de preparar as primeiras ações. As conversas estão sendo feitas de modo informal, já que parte das equipes escolhidas pelos empossados por Temer não foram ainda sequer nomeadas. Durante essa rápida transição, o governo afastado da presidenta Dilma Rousseff designou um secretário de cada pasta para auxiliar os substitutos nos procedimentos e repassar informações.

A agenda pública de Temer não prevê compromissos para este sábado. Ele permanecerá no Palácio do Jaburu, residência oficial da Vice-Presidência, mas não está descartada a possibilidade de ir para São Paulo no fim do dia. Na secretaria de Governo, o novo ministro Geddel Vieira Lima determinou que a equipe que vai assessorá-lo trabalhe nos próximos dias para que algumas atividades já estejam organizadas.

Já o titular de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, marcou uma reunião em pleno domingo (15). Ele coordena, às 17h, no prédio do ministério, em Brasília, uma “ampla reunião” com associações do setor energético, de acordo com sua assessoria de imprensa.

Com data marcada para anunciar os presidentes do Banco Central e dos bancos públicos, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, continua se inteirando da situação econômica do país. Ele passa o fim de semana em São Paulo, onde ainda mora, e deve prosseguir as conversas finais para definir os nomes. Na segunda-feira (16), o novo ministro fará o anúncio dos quadros que, segundo ele, já “estão encaminhados”. Na sexta-feira (13), ele passou o dia na capital federal, conversando com técnicos do ministério e analisando números em busca do que chamou de “real situação das contas públicas.

FONTE: Agência Brasil

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.