Previdência, julgamento de Lula e eleições no Chile são os temas de maior destaque no noticiário

Edição: Sérgio Botêlho Noticiário deste domingo, 17, gira em torno de três assuntos: a questão previdenciária, com informações e análises sobre a reforma da Previdência e a situação do

Edição: Sérgio Botêlho

Noticiário deste domingo, 17, gira em torno de três assuntos: a questão previdenciária, com informações e análises sobre a reforma da Previdência e a situação do setor; o julgamento de Lula, também com análises e informações sobre o tema; eleições no Chile, com previsão incerta sobre o resultado.

O jornal Estadão, tanto a versão impressa quanto o portal, publica entrevista com o senador Aécio Neves que acusa a PGR de montar uma “ação planejada” contra ele. A Folha de São Paulo diz em manchete que mudanças no mercado de trabalho, com o fim das vagas formais, têm contribuído para o rombo na Previdência.

Segue a SINOPSE DE 17 DE DEZEMBRO DE 2017

MANCHETES DOS JORNAIS:
Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Com extras, 71% dos juízes recebem acima do teto. Remuneração média de magistrados nos estados é de R$ 42,5 mil. Levantamento inédito com números do Conselho Nacional de Justiça revela que benefícios como auxílio-moradia e gratificações representam um terço dos contracheques/Uso de celular cresce, mas investimento na rede cai. Os investimentos em telefonia móvel cairão pelo terceiro ano seguido em 2017, apesar da crescente demanda. Hoje, 63% dos lares têm somente celular, e apenas 2% têm só telefone fixo, que, segundo especialistas, terá praticamente desaparecido em 2021/Racismo faz do negro o suspeito. A filtragem racial, que acontece quando uma pessoa é discriminada ou vista como suspeita apenas por causa da cor da pele, provoca injustiças como prisões sem motivo e até mortes/Lauro Jardim: Luiz Fux montará força-tarefa no TSE contra “fake news” na eleição/Ancelmo Gois. Fim do desemprego faria PIB do país crescer 9,8%/Elio Gaspari: O bunker da reforma da Previdência derreteu.

Manchete e submanchetes do jornal Estado de São Paulo: Reforma branda beneficiará 52% dos servidores federais. Governo estuda alternativa para manter aposentadoria integral dos que ingressaram no serviço público até 2003/Redes sociais X economistas. Discussões contra e a favor da reforma da Previdência ganharam as redes sociais – mas as informações, como a de que a cobrança de dívidas de empresas acabaria com o déficit, são questionadas por economistas/‘Investimento depende da eleição’. Entrevista : Walter Schalka, presidente da Suzano. O atual baixo nível de investimentos das empresas brasileiras está relacionado não só à atividade econômica ainda lenta, mas também ao receio com o resultado das eleições, disse o executivo. “Eu não tenho dúvida nenhuma de que grandes investimentos dependem do que vai acontecer no processo eleitoral.”/Brasil herda calote em obra da Odebrecht. Construído com financiamento do BNDES, aeroporto em Moçambique opera com 4% de sua capacidade, e uma parcela de US$ 22,5 milhões da dívida não foi paga. A Odebrecht recebeu sua parte. O prejuízo ficou com o Tesouro brasileiro, que tenta renegociar o débito/‘Houve ação planejada com a PGR’. Entrevista : Aécio Neves, senador. O senador Aécio Neves (PSDB), em entrevista a Eduardo Kattah e Pedro Venceslau, a primeira depois de ser denunciado por corrupção e obstrução da Justiça, admite que cometeu um erro ao pedir R$ 2 milhões a Joesley Batista e afirma que foi “vítima de uma ação planejada com a PGR” ao ter a conversa com o empresário gravada. Ele ainda diz que será candidato em 2018, provavelmente ao Senado/Julgamento de Lula. “Eu não torço pela prisão do Lula”, diz Aécio, sobre o julgamento no TRF-4. “Mas ele tem de responder para a Justiça.”/Eliane Cantanhêde: O julgamento de Lula no TRF-4 é hoje mais decisivo para a eleição do que o eleitor.

Manchete e submanchetes do jornal Folha de São Paulo: PJ de salário alto agrava déficit da Previdência. Fim de vagas formais derruba arrecadação. Mudanças no mercado de trabalho têm contribuído para o rombo na Previdência, como o aumento do número dos que deixam de ser contratados como pessoas físicas e passam a prestar serviço como empresas/Geraldo Alckmin prevê punição para deputado tucano opositor da reforma da Previdência/Mais mobilizado, Chile escolhe hoje o novo presidente. Os chilenos decidem neste domingo o novo presidente do país: Sebastián Pinera (centro-direita) ou Alejandro Guillier (centro-esquerda), empatados em pesquisas que falharam no primeiro turno..

MANCHETES DOS PORTAIS DE NOTÍCIAS:
Manchete e smbmanchetes da hora de O Globo online: Previdência. Alckmin diz que tucano que votar contra Previdência será punido. Apesar de PSDB fechar questão a favor da reforma, sanções ainda não foram definidas/Resolução do PT defende Lula e faz críticas às reformas trabalhista e da Previdência. Divulgado neste sábado, texto diz que impedir o ex-presidente de participar das eleições seria grave afronta à democracia/Ministros do TSE são unânimes: Lula ficará inelegível se sentença de Moro for confirmada. Divergência ocorre sobre momento em que a Justiça determinará a impugnação da candidatura/Gilmar: tribunais superiores têm ‘responsabilidade’ de definir caso de Lula antes da eleição. Presidente do TSE não vê problema na rápida tramitação do caso no TRF4.

Manchete e submanchetes da hora do Estadão online: ‘Houve uma ação planejada com a participação da PGR’, afirma Aécio. Senador tucano se diz vítima de ‘armadilha’ e classifica prisão de sua irmã como experiência ‘traumática’/Irrealismo orçamentário. Orçamento retrata o jeito pouco responsável com que parlamentares lidam com o dinheiro público/Em resolução, PT vê risco de ‘rebeldia popular’ se Lula ficar de fora em 2018. Partido chama militância à mobilização com calendário de manifestações no dia do julgamento/Mato Grosso. Suspeitos de executar prefeito em MT são presos. Polícia divulgou vídeo anunciando a prisão de três suspeitos pelo assassinato do prefeito de Colniza/Comparecimento vai decidir 2º turno no Chile. Piñera, de centro-direita, e Guillier, de centro-esquerda, lutaram na reta final por eleitor ausente no 1º turno.

Manchete e submanchetes da hora da Folha online: Previdência perde contribuinte mais rico; pejotização agrava o problema. Número de assalariados que ganham acima de 15 salários mínimos cai 33% desde 1996; redução de vagas formais afeta contas do INSS e amplia a fatia dos ‘sem previdência’/Não precisamos de candidato com ‘Temer’ tatuado na testa, diz presidente da Câmara. Em entrevista à Folha, Rodrigo Maia descarta ser vice e afirma que um nome que defenda as reformas é o mais importante para o governo.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.