Desembargadores do TRF4 reduzem pena de ex-senador Gim Argello

Os desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) aceitaram, na manhã desta terça-feira (07/11), as apelações do ex-presidente da OAS José Filho, do ex-senador

Os desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) aceitaram, na manhã desta terça-feira (07/11), as apelações do ex-presidente da OAS José Filho, do ex-senador Gim Argello e do ex-diretor da UTC Engenharia Walmir P. Santana. O ex-parlamentar teve a pena reduzida de 19 para 11 de prisão.

Segundo o TRF4, os magistrados da 8ª turma julgaram que não houve crime por parte dos condenados de obstrução de investigação, mas que os crimes de corrupção julgados e sentenciados anteriormente serão mantidos. Com a decisão, o ex-parlamentar teve a pena reduzida em 8 anos.

Entenda o caso: O ex-senador Gim Argello foi denunciado, em 2016, após receber propina de construtoras para conceder vantagens indevidas. Vale lembrar que Argello deixou de convocar os, até então executivos, para depor na Comissão Parlamentar de Inquérito, do Senado Federal, que apurava crimes na Petrobras.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.