Reforma da previdência não é a ideal, pois sacrifica servidores e trabalhadores

Reforma da previdência segue como incógnita e ainda não tem votos necessários para aprovação. Para o professor Luís Flávio Gomes, a atual proposta não é a ideal, pois sacrifica

Reforma da previdência segue como incógnita e ainda não tem votos necessários para aprovação. Para o professor Luís Flávio Gomes, a atual proposta não é a ideal, pois sacrifica servidores e trabalhadores. Confira:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.